sábado, 14 de agosto de 2010

Instável.



Ando meio perdida, meio bipolar. Uma louca vontade de jogar tudo pro alto, sair correndo, não ver ninguém, sumir mesmo, mas ao mesmo tempo medo de perder tudo.
Numa gangorra entre razão e emoção, uma confusão se faz entre aquilo que tenho e aquilo que quero. Me contento na maioria das vezes, mas em outras quero mais, quero além, não me basta.
Isso me confunde tanto, tanto.
Quero tudo e não quero nada.
Amor, alegria, vazio, saudade, tristeza... Sei lá, altos e baixos. Mas passa né?! Tem que passar.
Porque razão ando assim, não faço a menor ideia, não sei explicar. Talvez sejam as tais "angustias agostianas", algo que nem sei se acredito. Não consigo entender, ando muito instável.
Carência será? Vontade de um abraço apertado daqueles que puxam o corpo pra mais pertinho um do outro seguido de um olhar com rosto colado e sorriso de canto daqueles que fazem com que não se precise de mais nada pra saber como é bom estar com aquela pessoa. Tudo assim, sem vírgula mesmo, que é pra deixar sem ar, sem tempo de pensar nessas coisas vazias.
É, talvez esteja um pouquinho carente. Pouca coisa. :p


Tente. Sei lá, tem sempre um pôr-do-sol esperando para ser visto, uma árvore, um pássaro, um rio, uma nuvem. Pelo menos sorria, procure sentir amor. Imagine. Invente. Sonhe. Voe. Se a realidade te alimenta com merda, meu irmão, a mente pode te alimentar com flores. Eu não estou fazendo nada de errado, só estou tentando deixar as coisas um pouco mais bonitas.
(Caio, sempre ele.)

2 comentários:

Uiara Fontana disse...

Linda postagem, andei olhando seu bloh ja tem um tempo, muito bomm parabens.
Estou seguindo.
beijos

Alice disse...

'as tais "angustias agostianas"'

Incrivel como o mes de agosto nos deixa assim...

Lindo o texto.

Beijo

Olha aí!

Miss You Too Much Sarah Connor (TRADUÇÃO) HD (Lyrics Video)
Há um ano
Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas…
Há 2 anos

Últimos Posts