domingo, 26 de junho de 2011

E de novo então me vens...

 ...e me chegas e me invades e me tomas e me pedes e me perdes.
[Caio F.]

Que o tempo nos permita alguns reencontros
sem culpas, porque é bom sentir sempre mais uma vez.


sábado, 25 de junho de 2011

Há em mim uma paz enorme que eu chamo de felicidade.



segunda-feira, 20 de junho de 2011

Te amo e te odeio.




É como se tivesse vontade de te dar um tiro e entrar na frente pra te salvar.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Meu dia de sol.


segunda-feira, 13 de junho de 2011

Cause no one no not no one likes to be let down ♪


I know she said it's alright
But you can make it up next time
I know she knows it's not right
There ain't no use in lying...






[Flake - Jack Johnson]

domingo, 12 de junho de 2011

Foi quando eu senti...

 ...mais uma vez, que amar não tem remédio.



[...] encontrar você que me sorri, que me abre os braços, que me abençoa e passa a mão na minha cara marcada, na minha cabeça confusa, que me olha no olho e me permite mergulhar no fundo quente da curva do teu ombro. Mergulho no cheiro que não defino, você me embala dentro dos seus braços e você me beija e você me aperta e você me aquieta repetindo que está tudo bem, tudo, tudo bem.


Ainda bem que o domingo ainda não havia acabado. ;D

O domingo tá acabando...

  ...já é tarde — amanhã a gente começa de novo. 


Dia dos namorados e eu queria
 que fosse primeiro de abril.


sexta-feira, 10 de junho de 2011

Tô exausta de construir e demolir fantasias.

Não era assim.
 Gostaria de voltar atrás, com sentimentos curtos
 e claros feito frases sem oração.


 É tudo tão bonito que me dói e me pesa. Fico pensando que nunca mais vai se repetir, é só uma vez, a única, e vai me magoar sempre. Não sei, não quero pensar. Neste espaço branco de madrugada e lua cheia, preciso falar, e mais do que falar, preciso dizer. Mas as palavras não dizem tudo, não dizem nada. O momento me esmaga por dentro. O espanto esbarra em paredes pedindo exteriorização.

domingo, 5 de junho de 2011

Mas me deixou...

 ... vacilando entre alegrias e desesperos, 
como um ponteiro quebrado.
Um que funciona meio torto. 
[Fernanda Young] 


É bom ouvir que alguém sente nossa falta, faz pensar que temos importância na vida dessa pessoa, faz pensar ''poxa, que bom alguém pensa em mim''... Mas por incrível que pareça, as vezes é ruim, principalmente quando o tempo já passou, fica difícil acreditar, pois quando as coisas poderiam ter sido não foram, não aconteceram, foram evitadas, guardadas.
Faz sentido trazer a tona agora, depois desse tempo todo? Não, não faz. 
Não faz sentido ressurgir e querer recomeçar de onde parou, agir como se o tempo não tivesse passado, como se a vida não tivesse seguido, como se o sentimento não tivesse mudado, como se você nunca tivesse partido. Não, não faz sentido ter voltado.





quinta-feira, 2 de junho de 2011

Enfim...


Sinto que toda aquela carga de angústia e inquietação que
 eu tinha está-se indo.
 Quero muita calma daqui pra frente. :)



quarta-feira, 1 de junho de 2011

Como você me dói de vez em quando.

Ás vezes te odeio por quase um segundo
Depois te amo mais
Teus pêlos, teu gosto, teu rosto, tudo
Tudo que não me deixa em paz
[Quase um segundo - Cazuza]


As vezes algumas verdades fazem todo o resto parecer mentira. É claro que o fato de não ser prioridade na vida de alguém não remete a outro pensamento se não o de falta de importância que se tem na vida dessa pessoa.
Palavras ditas uma vez não voltam e querendo ou não vêm a tona e pesam, principalmente quando a insegurança toma conta. Desacreditar das coisas as vezes é bom, das pessoas nunca. 
O errado é repetir o que nos faz mal.



#Antes não saber lidar com as palavras, do que não saber lidar com as pessoas.

Olha aí!

Miss You Too Much Sarah Connor (TRADUÇÃO) HD (Lyrics Video)
Há um ano
Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas…
Há 2 anos

Últimos Posts