domingo, 27 de março de 2011

E eu sonhei com você e acordei com você.


E abri os olhos no meio da madrugada e você ainda estava ali, o meu 'deus da lindeza' estava ali dormindo do meu lado.E eu te olhei e você me disse pra dormir mais um pouquinho e me abraçou mais apertado.
E te vendo assim, respirando quietinho e procurando minha mão pra segurar no meio da noite eu sei que é você. É você que preenche SIM esse vazio que as vezes eu tiro não sei de onde. Que me faz rir cem vezes da mesma piada.Que ainda me surpreende, me deixa com cara de boba e por incrivel que pareça ainda me faz sentir frio na barriga.
É você que lida com as minhas loucuras e me acalma dizendo: ''a gente é que faz a nossa felicidade", completando no segundo seguinte com um " e para de ser locona'' me fazendo rir . 
Simplesmente é você. Com todos seus defeitos, suas manias, implicâncias, sorrisos, caretas e acima de tudo com todo seu amor. Meu amor é você.
Espero que continue sendo por muito e muito tempo.
Eu te amo. 

Algumas vezes menti pra te fazer correr
Você me fez fugir só pra me proteger
Eu fazia você sorrir quando insistia em mandar
Você me ensinou a pedir na hora exata de chorar.
[Nenhum de Nós - Igual a você]
 

quarta-feira, 23 de março de 2011

E esse vazio que ninguém dá jeito?

[...] eu quero ir embora, sem lugar exato para ficar, em busca de Deus sabe o que.
É uma ternura, uma meiguice misturada com o podre, com o lixo. 
Às vezes me pergunto por que diabos eu tenho que ser sempre a errada,
eu quero ser comum, facilitar tudo, não complicar e todos aqueles quesitos de como ser fácil. 
Mas eu sei que a tal de essência fica.
[Desconhecido]
   


    
    Nos últimos dias descobri que sempre falta alguma coisa. 
   É verdade que sou bem insatisfeita com tudo, mas tem esse tal ''vazio que ninguém preenche'', e isso me intriga, pois a pessoa que eu achei que conseguiria preenchê-lo faz de tudo e parece não conseguir mais. O fato de não sentir mais me dá medo... Logo eu que sempre fui emoção e nada de razão, de repente ser tão racional quanto a sentimentos.
Isso me assusta, mas tento não deixar tão claro colocando então minha máscara de pessoa feliz e saindo por aí, porque detesto que me perguntem sobre algo que não sei responder. 
     Quer saber? Não quero mais perguntas, não quero mais buscar respostas, nem porques ou qualquer explicação. Desisto de tentar entender tudo e assim espero livrar meu coração e minha mente de questionamentos desnecessários.
As coisas são como tem que ser e ponto. Tentar entender tudo só ocupa a cabeça e faz doer, faz acreditar em coisas que não sabemos ao certo se são certas, e com isso não contribuimos para livrar a nós mesmos do sofrimento, da mágoa, da angústia. 
     É preciso abrir espaço para coisas novas e limpinhas, fechar os olhos para outras e enfim viver o presente, que é o mais certo. 


Acho que a confusão do texto mostra bem como está 
confuso aqui dentro também.


segunda-feira, 21 de março de 2011

Los Hermanos


Os dias que eu me vejo só
São dias que eu me encontro mais
E mesmo assim eu sei tão bem
existe alguém pra me libertar.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Pro seu caso é o tempo passar.

Não ia ser legal você vir agora porque eu não sei exatamente o que sinto por você. Eu gosto de ficar ao seu lado, gosto quando você me escreve. Quer dizer, a sensação é boa, é clara. Mas eu não posso dizer que te amo, que gostaria de ficar pra sempre com você. Eu realmente não sei. E no momento - como dizer? - de certa forma eu estou gostando de estar me sentindo assim, desamparado. Porque é como um teste. Agora eu quero ver como eu me viro, entende? [...] Se você viesse, você ia ficar servindo de ponte entre mim e a realidade objetiva. E não seria bom, porque eu podia sei lá, até mesmo ficar com raiva de você e matar uma coisa que ainda nem cresceu.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Preciso...


Confesso que ando muito cansado, sabe? Mas um cansaço diferente... um cansaço de não querer mais reclamar, de não querer pedir, de não fazer nada, de deixar as coisas acontecerem. Confesso que às vezes me dão umas crises de choro que parecem não parar, um medo e ao mesmo tempo uma certeza de tudo que quero ser, que quero fazer. Estou realmente cansado. Cansado e cansado de ser mar agitado, de ser tempestade... quero ser mar calmo. Preciso de segurança, de amor, de compreensão, de atenção, de alguém que sente comigo e fale: “calma, eu estou com você e vou te proteger! Nós vamos ser fortes juntos, juntos, juntos.” Confesso que preciso de sorrisos, abraços, chocolates, bons filmes, paciência e coisas desse tipo. Confesso, confesso, confesso.

domingo, 13 de março de 2011


Tudo aquilo que você evitou pensar ao dia, simplesmente aparece na hora que você deita para dormir.
 E você não consegue ignorar.




Realmente tá difícil ignorar. 

sexta-feira, 11 de março de 2011

Eu não queria ter ido tão longe.

 Nem seguido um que não posso, 
nem aturando outro que nunca pude.
[Tati B.]

E de repente, o complicado se torna fácil. Olhou pra mim, esqueceu a ex, aprendeu a gostar do que eu gosto. Virou só mais um final. Já deu tempo de me apegar, de ficar com medo.
[...] Mas não tem jeito: nessa história toda, a única complicada sou eu. 

sábado, 5 de março de 2011

E eu esperei, esperei, esperei tanto tempo...

[...] É um cara que não tem noção de como você gostaria
 de estar ao lado dele num final de semana qualquer.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Do nosso amor a gente é que sabe ♪



Nunca contamos o tempo ou demos nomes aos nossos sentimentos de compromisso. Simplesmente tudo se desenrolou sem drama ou pedido ou conjecturações ou vingança. Foi e foi e foi. Aquilo que dizem sobre o que é pra ser. Simplesmente fomos e continuamos sendo. 
Quem diria que um dia eu seria tão feliz a ponto de não contar ou reduzir sensações a palavras? Mas é isso, sou feliz com você. Sem esforço e mesmo sendo, muitas vezes, bem infeliz. Sou feliz.

[...] Justo eu, te aceito seja lá como for. Você, idem. Não fomos fáceis a nada e nem a ninguém, mas cá estamos. Sem a comemoração deslumbrada e terrivelmente curta do amor e por isso mesmo podendo celebrar o pouco cabível de cada instante. E por isso mesmo, vai ver, amando. Sabemos tanto que é amor que nem parece aquela coisa que dizem: amor. A-m-o-r. Ah, deve ser. Mas não o que um dia quisemos tanto e por isso mesmo afastamos, mas o que podemos e por isso mesmo nos soa tão possível. Sei que parece óbvio, mas só agora.

Olha aí!

Miss You Too Much Sarah Connor (TRADUÇÃO) HD (Lyrics Video)
Há um ano
Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas…
Há 2 anos

Últimos Posts