domingo, 22 de maio de 2011

É Sol.


Ainda que chova, e às vezes chove muito, a memória da ternura luminosa e imutável do sol faz eu lembrar da natureza preciosa da vida. O sol não vai a lugar nenhum, ele fica exatamente onde está, mas a nuvem, a chuva, sempre passam.

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei seu blog flor!
Seguindo já!
Segue o meu também..
http://asentreaspas.blogspot.com/

beijo!

Any disse...

Que lindo Tah! Perfeito!

Olha aí!

Miss You Too Much Sarah Connor (TRADUÇÃO) HD (Lyrics Video)
Há 2 anos
Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas…
Há 3 anos

Últimos Posts