segunda-feira, 25 de abril de 2011

Não consigo ser esperta antes de testar todas as infinitas possibilidades de ser idiota.

Consigo ser injusta com você o tempo todo, brigar por motivos bobos que tiro nem sei de onde, fazer tudo errado, querer sempre tudo do meu jeito e mais um zilhão de coisas que fariam qualquer um perder a paciência e sair correndo pra bem longe de mim, menos você. Erro tanto e você releva, releva e releva.
Tu sempre aguenta firme e no fim dá risada das minhas loucuras. Não sei até quando...
''Eu tenho medo de te perder por causa do meu jeito, das minhas manias, dos meus defeitos, pelas coisas que às vezes faço e não te agradam, mas mais ainda por aquelas que não faço. Tenho medo de te decepcionar, de te frustrar com as minhas ideias, minhas opiniões e vontades. Tenho medo de te perder pela falta que te façam as coisas que não posso te dar, por não ser sempre como você gostaria que eu fosse."
Mesmo que você tenha todos os motivos do mundo pra ir embora eu te peço: fica.
Não posso te encher de promessas e dizer que não vou mais errar, que não serei mais egoísta, chata e irritante, mas posso te dizer que apesar de tudo é você que eu amo.
Sei lá, é isso. Desculpa, e obrigada por você ser você.

Não podia deixar de fora.


1 comentários:

Bruna disse...

Gostei das cores do blog.

Bjoos
Belo texto.
http://eabuga.blogspot.com/

Olha aí!

Miss You Too Much Sarah Connor (TRADUÇÃO) HD (Lyrics Video)
Há um ano
Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas…
Há 2 anos

Últimos Posts